RGÉ Equipamentos Industriais Eireli EPP.  
Fone: 55 (16) 3041-2749 / 3947-1768
Avenida Antônio Waldir Martinelli, 2316 / km 02 - Distrito Industrial 2 - CEP:14175-360 - Sertãozinho - SP - Brasil.
Home | Empresa | Produtos | Serviços | Clientes | Contatos 
 
 
 26/04/2019 - SIPAT 2019 - Palestra Motivacional
 25/04/2019 - SIPAT 2019 - Saúde Bucal | Proteção em Trabalho em Altura
 24/04/2019 - SIPAT 2019 - Primeiros Socorros | Proteção nos Olhos.
 23/04/2019 - SIPAT 2019 - AIDS e Drogas | Benefícios dos Exercícios Físicos.
 22/04/2019 - SIPAT 2019 - Direção Defensiva e Prevenção de Acidentes
[+] Notícias 

 
 
07/12/2015 - Usinas: Primeiro passo rumo recuperao.

Expectativa das usinas para a safra 2016/2017 é de melhora na produtividade e nos preços de mercado.

No Centro-Sul, a expectativa é que safra 2016/2017 seja até 5% superior em relação ao ciclo atual, segundo a Agroconsult, consultoria especializada em agronegócio. A projeção é de uma moagem entre 615 milhões e 630 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, contra as 600 milhões de toneladas previstas para a atual safra. E a estimativa de um melhor resultado para a safra que começa em abril do ano que vem é geral no setor.
Os números da safra atuam comprovam que já se ensaia uma retomada. Segundo levantamento da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), até a primeira quinzena de novembro, 544,5 milhões de toneladas haviam sido processadas na região, aumento de 1,11% ante o mesmo período da safra anterior.
Mas, além da produtividade, os preços de mercado também animam e elevam as expectativas para o próximo ano. No último ano, tanto o açúcar quanto o etanol se valorizaram e ajudaram a melhorar a margem das usinas. A recuperação nos preços chegou a 51% segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea-Esalq/USP).
“Estamos começando a recuperar valores praticados em 2010. Ainda não chegamos aos patamares de antes da crise, mas essa reposição já anima o setor”, diz o empresário do setor Antônio Eduardo Tonielo Filho, presidente do Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis (Ceise-Br).
Para o empresário Dib Nunes Junior, diretor do grupo Idea, consultoria voltada ao setor sucroalcooleiro, esse é primeiro passo rumo à retomada. Mas, a recuperação deve acontecer de forma gradativa. “As condições climáticas favorecem a produtividade e o aumento dos preços, principalmente do etanol, sinalizam esse início de retomada.”
Em um seminário promovido pela consultoria nesta semana em Ribeirão Preto, o diretor técnico da Unica, Antonio de Pádua Rodrigues, disse que as perspectivas do mercado de açúcar são favoráveis, com a manutenção da valorização do dólar, que beneficia as receitas geradas pela exportação. Para o etanol, a expectativa é positiva porque o preço da gasolina não tem nenhuma perspectiva de retração, o que favorece a margem para o combustível de cana.
Desafios
A perspectiva é boa para os preços e também margens das usinas, mas também há os desafios que ainda precisam ser superados pelo setor na próxima safra. A administração do aproveitamento da moagem é peça-chave, segundo o diretor técnico da Unica, Antonio de Pádua Rodrigues. Ele destaca que haverá grande quantidade de matéria-prima disponível, e as unidades do Centro-Sul precisaram de capacidade para processar esse volume. Para Antônio Tonielo Filho, fazer investimentos ainda será complicado para as empresas no próximo ano.
Discussão
Durante a 14º Seminário de Produtividade & Redução de Custos, promovido na última quarta e quinta-feira em Ribeirão Preto, as perspectivas e os desafios para a próxima safra do setor foram discutidas por especialistas. Para o consultor Francisco Oscar Louro Fernandes, da Sucrotec, a “perspectiva para a safra 2016/17 é bastante positiva, pela boa disponibilidade de matéria-prima e preços mais remuneradores”. O professor da FEA-RP/USP Marcos Fava Neves destacou o cenário para o setor, com aumento no consumo interno de etanol.

PRODUTOS E NÚMEROS
Cana
Levantamento da Unica mostra que a produtividade agrícola média acumulada na safra atual para a região Centro-Sul é 12% superior ao registrado no mesmo período da safra 2014/2015.
Etanol
Segundo levantamento do Cepea, o litro do etanol saiu de R$ 1,232 em novembro de 2014 para R$ 1,719 no mês passado, 39,5% a mais devido ao espaço por conta da alta nos preços da gasolina.
Açúcar
Segundo levantamento do Cepea-Esalq/USP, o preço da saca de 50 quilos de açúcar chegou a R$ 78,67 no mês passado, contra R$ 52,09 em novembro de 2014, valorização de 51% que retomou margens (A Cidade, 6/12/15).

 
   Autor: Fonte: Marketing RG
Fone: 55 (16) 3041-2749 / 3947-1768
Home | Empresa | Produtos | Serviços | Clientes | Contatos 
Avenida Antônio Waldir Martinelli, 2316 / km 02 - Distrito Industrial 2 - CEP:14175-360 - Sertãozinho - SP - Brasil.
Todos os direitos reservados RG Equipamentos Industriais Eireli EPP 2017 ®